espaco_comum_luis_estrela

Na próxima segunda-feira, dia 25 de Novembro de 2013, às 20h, teremos uma exibição do filme “Esse Amor que Nos Consome”, de Allan Ribeiro, no Espaço Comum Luiz Estrela.

Esse amor que nos consome

Centro cultural comunitário para a formação e expressão popular

Endereço: rua Manaus, 348, no Santa Efigênia, BH

Funciona de 8h às 22h.

Sobre o Espaço Comum Luiz Estrela

Descrição

Espaço Comum Luiz Estrela traz mais vida ao bairro Santa Efigênia

No dia 26 de outubro o Espaço Comum Luiz Estrela abriu suas portas para a comunidade reativando um prédio público abandonado desde 1994 na rua Manaus, no bairro de Santa Efigênia, Zona Leste de BH. Vestindo figurinos teatrais, dezenas de agentes culturais e ativistas sociais de diferentes ideologias participaram de uma instalação artística que culminou com a devolução do prédio à comunidade.

A partir de agora, este centro de cultura construído por e para todos proporcionará experiências de criação e formação artísticas e políticas.

Por uma cidade mais participativa
O sentido de ocupar ganhou uma outra dimensão na capital mineira com o surgimento do Movimento Praia da Estação, em 2010. A partir dai, a luta por uma maior participação da população nas decisões políticas da cidade foi sendo intensificada com o surgimento de novos grupos e iniciativas.

Na esteira dos protestos de junho de 2013, diversos agentes de diferentes movimentos populares instalaram-se, pacificamente, na Câmara dos Vereadores e na Prefeitura de Belo Horizonte. As ocupações ampliaram as reivindicações da população por uma gestão pública mais democrática.

Tal contexto inspirou, entre outras ações, a fundação do Espaço Comum Luiz Estrela, mais novo Centro Cultural de BH. O local será administrado de maneira horizontal e autogerida, proporcionando uma nova experiência de mobilização e participação social para a nossa cidade. A ação é uma nova tentativa dos movimentos populares serem ouvidos pela administração local sobre as importantes reformas necessárias para o desenvolvimento sustentável de nossa metrópole.

Com o Centro Cultural, os ativistas pretendem incentivar a discussão sobre a democratização das decisões políticas da cidade, especialmente em questões ligadas às políticas publicas de cultura e ao uso e ocupação de áreas urbanas abandonadas.

Ocupações Culturais pelo Mundo

Grandes cidades globais enfrentam ou enfrentaram, em um passado próximo, problemas semelhantes ao vivido hoje por Belo Horizonte no que se refere ao sub-aproveitamento de sua área já construída. Em muitos destes locais, especialmente na Europa, a população conseguiu acelerar o processo de reativação de espaços abandonados por meio de ocupações artísticas como a proposta para o Estrela.

Todos os interessados em conhecer e ajudar a construir o Espaço Comum Luiz Estrela são bem vindos. Mais informações podem ser conseguidas em uma visita ao Espaço Rua Manaus, 348.

Luiz Estrela

Luiz Otávio da Silva, mais conhecido como Luiz Estrela, era uma pessoa. Vivia na rua e era amigo de muitos, principalmente dos artistas e dos habitantes do centro da cidade de Belo Horizonte. Poeta, escrevia seus pensamentos em folhas soltas, numa espécie de diário desencadernado. Participava das mobilizações artísticas e culturais da cidade, como carnaval de rua, Praia da Estação, Festival de Performance, atrações no Teatro Espanca!, no Nelson Bordello, entre outras.

Era ainda um militante da diversidade. Homossexual, foi integrante da ‘Gangue das Bonecas’, um grupo de estudos que discute questões relacionadas ao gênero e diversidade sexual nas ruas. Com a gangue, também realizou intervenções urbanas pela cidade.

O Luiz Estrela era muitos, de muitas histórias, de muitas pessoas e foi covardemente assassinado por espancamento no centro de BH na noite de quarta feira, 26 de junho de 2013. Sua morte brutal não foi investigada.Virou mais uma estatística para o poder público. Nos últimos dois anos, mais de 100 moradores em situação de rua foram assassinados em BH.

Patrimônio Histórico

Desativado e abandonado desde 1994, o casarão onde agora funciona o Espaço Comum Luiz Estrela tem um extensa história. O prédio foi inaugurado em 1913 para receber o Hospital Militar da Força Pública Mineira (atual Hospital da Policia Militar), primeiro Hospital Militar de Belo Horizonte.

No ano passado, o imóvel foi notícia em alguns jornais de BH devido ao seu lamentável estado de conservação, fato que começa a mudar com o surgimento do Espaço Comum Luiz Estrela.

Rua Manaus, 348_Bairro Santa Efigênia, BH

Canal no youtube: Espaço Luiz Estrela https://www.youtube.com/channel/UCKUxYwD8Pxb7–u0nVkyGOw?feature=watch
Facebook: https://www.facebook.com/espacoluizestrela
Twitter: @espacocomum

Deixe uma resposta