Meu Nome é Tonho

<< retornar

Brasil |1969 | P&B | 95’

Direção: Ozualdo Candeias
Roteiro: Ozualdo Candeias
Fotografia: Peter Overbeck
Montagem: Luiz Elias
Música: Paulinho Nogueira
Produção: Manuel Augusto Cervantes e Nilza Lima
Contato: heco@heco.com.br

Primeira incursão de Candeias no cinema de gênero, no caso, o western. Uma criança é raptada por ciganos, os quais abandona, já adulto, se defrontando com uma seqüência de mortes e violência. Filme cru, silencioso, que dispensa maiores justificativas para o arbítrio da ação, e em que a vida e a morte são regidas pelo signo da insignificância.