[new_royalslider id=”1″]

Fotografia: Pedro Veneroso – Still do filme “Os Residentes” de Tiago Mata Machado

“Sei que estou na minha terra

não o país amordaçado e sangrado
dos ventos alaranjados
e bandolins cegos da repressão

não o país das fantasias de poder,
ampola de bismuto escrachada sobre a face do planeta
e gosma paranóica escorrendo de todos os jornais

não o país torturado, esmagado e prostituído
suas noites encarceradas em cofres fortes
e posta à venda a preços de ocasião

não esse país fantasmagórico que se quer presente o tempo todo
e tenta invadir até mesmo o nosso sonho

porém outro país, redescoberto agora, mais uma vez
neste encontro dos nossos olhares

outro país que ainda lateja sob o tapete trêmulo do terceiro mundo
algo explode a leste do tempo

estamos invadindo o coração da história

estamos vestindo as horas de outra cor

enquanto nos abraçamos e nos beijamos no centro desta cratera de um vulcão extinto faz quarenta milhões de anos.”

Claudio Willer citado em “Inventário da rapina”, filme realizado por Aloysio Raulino em 1986.

aloysio_raulino_14

Deixe uma resposta