forumdoc.sp.2009 - Mostra do Filme Documentário e Etnográfico
23 a 28 de junho de 2009
Centro Cultural São Paulo
Rua Vergueiro, 1000 - Paraíso / 3397-4002
 
Entrada franca (retirar ingressos com uma hora antes de cada sessão)
Idade recomendada: 16 anos
Sala Lima Barreto (100 lugares)
 
Curadores: Paulo Maia e Rafael Barros
 
O Forumdoc.bh é um festival de cinema e vídeo dedicado à produção audiovisual com foco documental. O forumdoc.sp traz um recorte da produção exibida no Forumdoc.bh em 2008.
(Os filmes serão apresentados no formato DVD)

Programação

 

23/06 | 24/06 | 25/06 | 26/06 | 27/06 | 28/06

23/6 - terça

16h Mostra Melanésia

Pássaros mortos (Dead Birds, Nova Guiné, 1964, cor, 83min - lengendas em português)

Direção, fotografia e montagem: Robert Gardner

A vida de um grupo Dani, de Grand Valley, região das montanhas do Oeste da Nova Guiné, estudada pela expedição Harvard-Peabody (1961-1963). Este filme foi realizado em 1961, antes da pacificação da região pelo governo holandês. O filme acompanha Weyak, fazendeiro e guerreiro, e Pua, jovem criador de porcos, a partir do cotidiano dos Dani.

18h Sessões especiais

O homem do corpo fechado (Brasil, 1972, cor, 91mim)

Direção, argumento, roteiro: Schubert Magalhães

Elenco: Roberto Bonfim, Esther Mellinger, Milton Ribeiro, Angelito Melo

O vaqueiro João de Deus perde a roça e a mulher. Seu avô "fecha" seu corpo, ele emprega-se como jagunço do coronel Trajano e se apaixona por Dinorá, que o fazendeiro mantém presa na casa grande. Uma noite, foge com ela, mas o coronel tenta resgatá-la a todo custo.

20h Mostra Latinoamérica

Rodrigo D: no futuro (Colômbia, 1988, cor, 90min - falado em espanhol com legendas em inglês)

Direção: Víctor Gaviria

O filme revela a realidade urbana da Colômbia. Uma atmosfera diária tingida pela violência e pelo crime. Meninos que jogam suas vidas na rua, um futuro sem esperanças, uma história na qual uma série de garotos se autointerpretam.

dia 24/6 - quarta

16h Competitiva Internacional

La Sombra de Don Roberto (Don Roberto's Shade, Chile/Suécia, 2007, cor, 27min - legendas em português)

Direção: Juan Diego Spoerer e Hakan Engstrõm

Um menino viaja com sua família para Chacabuco, uma antiga vila incrustada no deserto de Antofagasta. Depois de anos, agora um ancião solitário, ele resolve ir viver em Chacabuco.

Competitiva Nacional

Orixás, uma tradição viva (Brasil, 2008, cor, 45min)

Direção, fotografia, montagem, som e produção: Maoro da Rocha Pitta

Com uma linguagem própria, são mostrados os ritos que antecedem um toque de Candomblé em um terreiro no Nordeste do Brasil. O cotidiano da comunidade do terreiro é vivenciado de perto até o dia do Toque para Oxum, divindade dos rios.

18h Sessões Especiais

Deixa que eu falo (Brasil, 2007, P&B/cor, 83min)

Direção e roteiro: Eduardo Escorel

Trajetória do cineasta Leon Hirszman e de sua época.

20h Mostra Latinoamérica

Hamaca Paraguaya (Paraguai/Argentina, 2006, cor, 78min - legendas em espanhol)

Direção: Paz Encina

A ação do filme transcorre em 1935. História de um casal cujo filho foi para a guerra. O pai acredita que ele vai chegar e a mãe não. Ambos habitam uma vida ritualizada, levantam, sentam, dizem as mesmas coisas todo o tempo.

dia 25/6 - quinta

16h Competitiva Internacional

La Sombra de Don Roberto (Don Roberto's Shade, Chile/Suécia, 2007, cor, 27min - legendas em português)

Direção: Juan Diego Spoerer e Hakan Engstrõm

Um menino viaja com sua família para Chacabuco, uma antiga vila incrustada no deserto de Antofagasta. Depois de anos, agora um ancião solitário, ele resolve ir viver em Chacabuco.

Competitiva Internacional

L'initiation (Initiation, França, 2008, cor, 63min - legendas em espanhol)

Direção: François-Xavier Drouet e Boris Carré

Num hotel de negócios nas redondezas de Paris, os alunos de uma escola preparatória se reúnem para se preparar para a prova decisiva dos exames de admissão das escolas de comércio: "a entrevista da personalidade".Eles terão 45 minutos para "dar o melhor de si mesmos". Para os executivos de recursos humanos que os acompanham, este seminário representa algo mais que um treinamento para o exame: é uma preparação para "a realidade da vida".

18h Mostra Latinoamérica

Tire dié (Segunda versión) (Argentina, 1960, p&b, 33min - legendas em português)

Direção: Fernando Birri

O filme retrata garotos do subúrbio de Santa Fé que colocam suas vidas em risco ao pedir moedas nos trens que avançam por uma ponte de dois quilômetros de comprimento. A partir de uma série de entrevistas, denuncia a situação de abandono social à qual estão submetidos.

Competitiva Nacional

L.A.P.A. (Brasil, 2007, cor, 75min.)

Direção: Cavi Borges e Emílio Domingos

Um filme sobre a Lapa, bairro boêmio do Rio de Janeiro, tradicional reduto de sambistas e hoje também ponto de encontro de MCs e do rap. Um filme sobre o bairro da Lapa e sobre o Rap carioca.

20h Sessões Especiais

Acácio (Brasil, 2008, cor/P&B, 88min)

Direção: Marília Rocha

Entre 1918 e 2008, Acácio Videira e Maria da Conceição dividiram a vida em três continentes. Nascidos em Portugal, viveram em Angola e no Brasil. Nos intervalos entre o que é visto e vivido, entre o que se lembra e o que se esquece, imagens do presente são combinadas com filmes e fotografias produzidos por Videira no passado. A partir da história do casal, o filme interliga os três países, seus povos, e reflete sobre as relações coloniais, o exílio, a guerra e a memória.

dia 26/6 - sexta

16h Sessões Filmes de Quintal

Nos Olhos de Mariquinha (Brasil, 2008, cor/P&B, 80min)

Direção: Júnia Torres e Cláudia Mesquita

Tendo como fio da narrativa e personagem central uma antiga moradora da Vila Nossa Senhora de Fátima, em Belo Horizonte, o documentário traça o perfil de Dona Mariquinha, uma senhora que traz consigo a história desse espaço desde os primeiros anos de sua ocupação.

18h Mostra Melanésia

Pássaros mortos (Dead Birds, Nova Guiné, 1964, cor, 83min - lengendas em português)

Direção, fotografia e montagem: Robert Gardner

A vida de um grupo Dani, de Grand Valley, região das montanhas do Oeste da Nova Guiné, estudada pela expedição Harvard-Peabody (1961-1963). Este filme foi realizado em 1961, antes da pacificação da região pelo governo holandês. O filme acompanha Weyak, fazendeiro e guerreiro, e Pua, jovem criador de porcos, a partir do cotidiano dos Dani.

20h Mostra Melanésia

Stolat (Stolat, França, 1985, cor, 21min - legendas em português)

Direção coletiva: Pengau Nengo (direção), Martin Maden (fotografia) e Bike Johnston (som)

Três papuas estudam cinema em Paris, encontram um velho imigrante polonês que vive nos subúrbios de Paris e, juntamente com ele, realizam um premiado documentário.

Mostra Melanésia

Primeiro Contato (First Contact, Papua-Nova Guiné, 1983, cor, 54min - legendas em português)

Direção: Bob Connolly, Robin Anderson

Em 1930, quando os irmãos Leahy penetraram no interior de Nova Guiné em busca de ouro, eles carregavam uma câmera de cinema e registraram seu inesperado confronto com milhares de pessoas que desconheciam a vida humana para além de seus vales. Essa incrível experiência forma a base deste filme. Cinquenta anos depois, alguns dos participantes ainda estão vivos e se lembram com clareza desta experiência única.

dia 27/6 - sábado

16h Competitiva Nacional

Mokoi Tekoá, Petei Jeguatá. Duas aldeias, uma caminhada (Brasil, 2008, cor, 65min)

Direção: Ariel Ortega, Germano Beñites, Jorge Morinico

Sem matas para caçar e sem terras para plantar, os Mbya-Guarani dependem da venda do seu artesanato para sobreviver. Os realizadores acompanham o dia-a-dia de duas comunidades unidas pela mesma história: do primeiro contato com os europeus até o convívio com os brancos do Norte.

18h Mostra Melanésia

Vizinhos de Joe Leahy (Joe Leahy's Neighbors, Papua-Nova Guiné, 1988, cor, 90min - legendas em português)

Direção: Bob Connolly, Robin Anderson

Sequência de Primeiro Contato, este filme traça os acontecimentos na vida de Joe Leahy, o filho mestiço do explorador australiano Michael Leahy, em suas relações conturbadas com seus vizinhos tribais. Educado na Europa, criado na Papua, liberado por sua condição mestiça das obrigações tribais, Joe leva um estilo de vida ocidental motivado pelo individualismo e pela busca de influência. A narrativa captura com eloquência os valores conflituosos do tribalismo e do capitalismo.

20h Mostra Melanésia

Colheita Negra (Black Harvest, Papua-Nova Guiné, 1992, cor, 90min - legendas em português)

Direção: Bob Connolly, Robin Anderson

Último filme da trilogia highlands. Joe Leahy tenta convencer o povo tribal de Ganiga a se unir a ele na cultura de café. Ele oferece o dinheiro e seus conhecimentos; eles cuidam da terra e do trabalho. Mas, na iminência do sucesso, o preço do café cai e um combate tribal eclode no vale. Sempre suspeito, devido a sua condição mestiça, Joe enfrenta problemas com os tribais. Ao organizar a emigração de sua família para a Austrália, ele é um homem entristecido e de futuro incerto.

dia 28/6 - domingo

16h Sessões Filmes de Quintal

Casca do Chão (Brasil, 2008, cor, 48min)

Direção: Jaciara Caxixó e Glaysson Caxixó

Documentário produzido nas Oficinas de Cinema Documentário do Curso de Formação Intercultural de Educadores Indígenas da UFMG. Neste que é o primeiro filme produzido durante o curso, alguns dias da vida do cacique Djalma Caxixó, que mostrou lugares e fragmentos de seus ancestrais, chamados por ele de "povo da morada do chão".

Mostra Melanésia

Primeiro Contato (First Contact, Papua-Nova Guiné, 1983, cor, 54min - legendas em português)

Direção: Bob Connolly, Robin Anderson

Em 1930, quando os irmãos Leahy penetraram no interior de Nova Guiné em busca de ouro, eles carregavam uma câmera de cinema e registraram seu inesperado confronto com milhares de pessoas que desconheciam a vida humana para além de seus vales. Essa incrível experiência forma a base deste filme. Cinquenta anos depois, alguns dos participantes ainda estão vivos e se lembram com clareza desta experiência única.

18h Mostra Melanésia

Stolat (Stolat, França, 1985, cor, 21min - legendas em português)

Direção coletiva: Pengau Nengo (direção), Martin Maden (fotografia) e Bike Johnston (som)

Três papuas estudam cinema em Paris, encontram um velho imigrante polonês que vive nos subúrbios de Paris e, juntamente com ele, realizam um premiado documentário.

Mostra Melanésia

O casamento de Gina (Gina's Wedding, Papua-Nova Guiné, 2007, cor, 52min - legendas em português)

Direção: Martin Maden

História de amor entre Gina, uma jovem mulher alemã, e sua vila adotiva das terras de Napamogona. É um filme sobre amor a partir de um ponto de vista pessoal e de uma perspectiva coletiva. O filme é uma comédia sobre como a humanidade sempre tenta melhorar-se e sobre como toda uma vila se esforça para ser boa aos olhos de uma filha que ama e admira.

20h Sessões Filmes de Quintal

Nos Olhos de Mariquinha (Brasil, 2008, cor/P&B, 80min)

Direção: Júnia Torres e Cláudia Mesquita

Tendo como fio da narrativa e personagem central uma antiga moradora da Vila Nossa Senhora de Fátima, em Belo Horizonte, o documentário traça o perfil de Dona Mariquinha, uma senhora que traz consigo a história desse espaço desde os primeiros anos de sua ocupação.

 

 

 

 

Rua Vergueiro, 1000 - Paraíso - CEP 01504-000 - São Paulo – SP
telefone 3397 4002
Mais informações: 
http://www.centrocultural.sp.gov.br/ programacao_cinema.asp
 
Filmes de Quintal